Com o objetivo de especializar o tratamento, a idade máxima para admissão é de quinze anos. 

As patologias registradas envolvem lesões e sequelas tais como:

  • Microencefalia;
  • Lesões cerebrais, congênitas ou adquiridas;
  • Deficiência motora parcial permanente ou sem coordenação;
  • Sequelas de doenças graves, tais como encefalites e meningites;
  • Síndrome de rubéola congênita;
  • Síndrome de Down;
  • Síndrome de Marshall;
  • Síndrome de Cornélia Lange;
  • Autismo;
  • Síndrome de West;
  • Síndrome de Berardinelli.

Em razão das limitações, essas crianças são vulneráveis a frequentes afecções como broncopneumonia, asma brônquica, otite, constipação intestinal e dermatoses variadas, demandando, assim, cuidados especiais constantes nas 24 horas.

Imagem Coração
TOPO