Em 1983, o jornalista e radialista porto alegrense Fábio Rocco começou a compartilhar com um grupo de amigos, seu desejo de ajudar crianças especiais e muito carentes, abandonadas em hospitais de Porto Alegre. Com o apoio desses amigos, em 06 de janeiro de 1984 fundou a Casa do Menino Jesus de Praga. Começava, com imensos desafios, a realizar seu sonho de abrigar crianças portadoras de lesões cerebrais graves, dificuldades motoras severas, abandonadas ou provenientes de famílias extremamente pobres ou desestruturadas da Grande Porto Alegre.

Inaugurada em 25 de março de 1984, ocupou inicialmente o imóvel situado na Rua Marcílio Dias, nº 1147.

Em outubro de 1984 mudou-se para uma casa situada na Rua Cel. José Rodrigues Sobral, nº 716.

Em 10 de setembro de 1985 transferiu-se mais uma vez para outra casa, na Rua Fagundes Varela, nº 200. Todos esses imóveis eram locados, em condições precárias de habitabilidade, num tempo em que a Casa enfrentava muitas dificuldades para realizar a manutenção e pagar os aluguéis. A situação se agravou com o falecimento do seu fundador em 17 de dezembro de 1985, fato que deixou a instituição à deriva por vários meses.

Ainda na Rua Fagundes Varela, na condição de colaboradora, uma visitante – irmã do Sr. João Carlos Gonzales - solicitou a colaboração dos casais do Movimento Encontro de Casais com Cristo (ECC) da Paróquia Nossa Senhora da Glória. A instituição foi visitada e se constatou a precariedade e os desmandos que ali ocorriam. Impressionados com o caos que imperava no abrigo, os casais do ECC tornaram-se sócios, para ter direito a voto, mobilizando muitos esforços para ajudar e mudar a situação. Em 23 de junho de 1986, por ocasião de uma nova Assembleia Geral, o grupo assumiu a direção integral da CMJP elegendo, como seu presidente, o Sr. João Carlos Gonzáles. Pelos novos rumos então iniciados, este momento foi a chamada “Hora da Virada”.

Sob a ameaça de eminente despejo, a Instituição recebeu em doação, verdadeiramente milagrosa, uma casa situada da Rua Marieta, nº 236, também no bairro Partenon, local para onde se transferiu em 13 de setembro de 1989.

Alguns anos mais tarde, com a conclusão da construção de sua sede própria e o auxílio importante da comunidade, transferiu-se em 24 de agosto de 1992 para o prédio na Rua Nelson Zang, nº 285, no bairro Intercap, em Porto Alegre. Permanece neste local até hoje, enquanto luta para concluir a nova Unidade Sede, na mesma rua, nº 420.

Ao longo de todos esses anos a CMJP evoluiu nos seus métodos de gestão tendo conquistado uma certificação ISO 9001:2008, mantida e renovada desde 2005. Orgulha-se de ser a única entidade filantrópica na sua área de atuação a conquistar e manter essa certificação importante. É uma entidade reconhecida pelo povo gaúcho por sua transparência e qualidade no atendimento e empenha-se em promover inclusão a muitos dos seus acolhidos, com um profundo respeito pela individualidade de cada um.

A CMJP é, reconhecidamente, uma Casa de Amor.

Imagem Coração
TOPO